Chefe máximo da TMT “MUITO QUERIDO” por novos usuários – “não valeu a pena”

“Criaram um sistema que não funciona, gastamos o nosso dinheiro para algo que não funciona” – revela um munícipe.

Acho muito precoce esta migração, e você, o que acha?

Na tarde desta quinta-feira, várias publicações foram feitas  em quase todas as redes sociais, alegando que a TMT não está a cumprir com a promessa, ou seja, porque houve apagão e por grande publicidade feita para adesão dos descodificadores da TMT ,  novos clientes que adquiriram o serviço por desespero, reclamam nos primeiros dias da adesão.

Por exemplo um internauta publicou: “Se o Chefe máximo da TMT sair a rua na cidade de Maputo e se apresentar como tal, é provável que o povo lhe capture como refém até verem os problemas dos descodificadores resolvidos! Depois das 19h dizem o sinal faz das suas. Heheh phaaa!”

Segundo O PAÍS, munícipes, como Henriques Macamo, revelou que, desde que comprou o descodificador na passada segunda-feira, por conta do apagão, o mesmo nunca funcionou, tentou por várias vezes contactar os serviços da empresa responsável, mas ainda não tinha recebido uma resposta concreta.

Cortesia

“Criaram um sistema que não funciona, gastamos o nosso dinheiro para algo que não funciona, gastamos o nosso tempo, deixamos os nossos afazeres para estarmos aqui, desde as primeiras horas do dia. A minha questão é por que é que desligaram o sistema que usávamos anteriormente, enquanto sabem que este sistema não está bom?”, contestou, Henrique Macamo, um dos clientes da TMT.

PUBLICIDADE

Não obstante percebe-se que são mais de duas pessoas com mesma reclamação ou seja, Ana Cossa questionou agastada com a situação, “Gastei dinheiro para montarem, voltei a gastar outro dinheiro para desmontarem e, quando o problema estiver resolvido, terei de voltar a pagar para montarem, onde é que hei-de arranjar esse valor?”

De recordar que, o sinal aberto na cidade de Maputo, Tete e Nampula foi desligado no passado 20 de Setembro, criando este desespero que também resultou em grande indignação para aqueles munícipes. 

Victor Mbebe, presidente do Conselho de Administração da TMT, reagiu à situação, primeiro reconhecendo o problema e disse ainda que se trata de um erro de fabrico. 

Ainda assim, munícipes pedem explicações muito claras sobre este problema.

COMECE UM NEGÓCIO LUCRATIVO ATÉ 200% DE LUCRO – IMPORTAR PRODUTOS DA CHINA E FACTURAR O DOBRO OU TRIPLO, CLICA NA IMAGEM 

 

 

 

 

 

VOCÊ PODE GOSTAR DESTE VÍDEO

Facebook Comments

Tags:

Deixe um comentário aqui