Juiz Efigénio dá uma pausa brusca ao julgamento e regressa no dia 28

O advogado Alexandre Chivale foi expulso e as coisas estão complicar na Tenda O que muitos cogitaram no passado, finalmente se realiza.  O julgamento das dívidas ocultas, acaba de ser interrompido pelo juiz Efigénio  Batista.

Tudo indica que o julgamento foi interrompido logo após o afastamento do advogado Alexandre Chivale, ou por outra  com o saída do Chivale no processo das dívidas ocultas, os seus clientes ficaram sem nenhuma defesa.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
Por isso, os arguidos que eram defendidos pelo advogado Alexandre Chivale, passam nas mãos do advogado Isalcio Mahanjane, e este tem 6 dias para preparar-se, portanto, o julgamento, volta no dia 28 de Outubro, com o arguido António Carlos do Rosário.

Facebook Comments

Tags:

Deixe um comentário aqui