TRÊS LADRÕES NA VODACOM

“Hei moço, estás a exaltar-te, até parece que isto legal” – disse uma dos agentes daquela loja.

“Hei moço, estás a exaltar-te, até parece que isto legal” – disse uma dos agentes daquela loja.
Nesta terça-feira (12), por sinal dia do professor, o director executivo do canal Já Viste? Revelou-nos que quase foi roubado na loja da Vodacom.
Segundo conta, o esquema de roubo teria sido desenhado minutos depois de se fazer a loja com objectivo de recuperar um dos serviços da empresa (M-pesa), depois ter recebido mensagem que dá conta que atingiu limite anual, porém ao apresentar o documento que trazia, agentes da mesma, se recusaram.
“Talão não pode recuperar M-pesa, isto só pode fazer novo cartão” – afirmou a agente que o atendia.
Ele frustrado por ter gasto muito tempo na “bicha”, isto é, cerca de duas horas de tempo parado, seguindo a ordem, depois da resposta que “talão não funciona”, Arone só queria ir à casa.
Veja que quando arruma o documento que havia tirado, com objectivo de sumir da loja, após tanta frustração, um outro agente, aproximou e lhe puxou para o lado e disse: “Epah, jovem, com 100mt é possível matrecar o sistema e consequentemente recuperar seu M-pesa”
Mas como assim? – indagou Arone.
“Podemos fazer o sistema aceitar esse teu documento (talão), porém mediante a um valor de 100mt na mão” – falava serenamente aquele agente.
“Eu quero perceber, qual é a diferença do processo quando pago 100mt e quando não pago” – Questionava Arone, frustrado.
“Senhor deixe-me falar com aquele agente que vai facilitar o processo” – disse para Arone, aquele agente.
Dois minutos depois, aquele agente pede o número, imediatamente Arone ditou seu número.
Veja, o mais hilariante aconteceu naquele instante. O director executivo do canal Já Viste? Contou a equipa, que os agentes daquela loja, inventaram história de que o número é de Abdul, ora porque no histórico não tem em anexo seu documento e para terminar disseram, “eish, nestes termos em que seu número se encontra, só podemos, recuperar por 150mt”.
Arone, mais uma vez perguntou, como assim?
Enquanto outro agente dizia é possível fazer este processo sem muito Bla-Bla-Bla, o outro repudia, e foi um clima tenso de quase 30minutos de perguntas e respostas frustradas, mas, porque Arone se recusou a tirar 150mt, não foi atendido.
E, para aumentar mais a frustração do Arone, o agente disse, “Jovem tu não está a facilitar”.
Enfurecido, imediatamente Arone deixou a loja em direcção a casa.
Ressaltar que, isto aconteceu ontem(12), por volta das 14h38min, na loja da Av. 25 de Setembro, bairro central CEP-0101-05, província de Maputo, em Moçambique.
Você pode gostar deste vídeo

Facebook Comments

Tags:

Deixe um comentário aqui